A Banda Mais Bonita da Cidade faz show carregado de emoção em SP

Meio que de repente, Uyara Torrente, a vocalista de A Banda Mais Bonita da Cidade subiu ao palco do Studio SP, por volta das 22h50, na capital paulista, entoando à capela as primeiras frases da desconhecida Elevador. Perguntas por parte do público, como: “é essa (a banda), gente?”, permearam o início do primeiro show da banda em São Paulo nessa terça-feira (7). A apresentação se estendeu por pouco mais de 1h, que culminou na interpretação apoteótica do hit Oração com direito a confete jogado na plateia e chuva de prata. Atualmente, o vídeo tem mais de 5 milhões de acessos no You Tube. Após a apresentação, a vocalista confessou ao Terra: “ainda estou emocionada”.

Texto originalmente publicado em Música, no Portal Terra

Segundo ela, já tinham feito um show maior em Curitiba, servindo de banda de abertura para a cantora Maria Gadú. “Mas (aqueles fãs) não tinham ido para ver a gente”, lembrou. Com 50 minutos de atraso, para um público de 500 pessoas – das mais diferentes idades (de 18 anos a sexagerários, principalmente parentes dos integrantes do grupo) -, o quinteto curitibano fez sua “grande” apresentação com diversas participações especiais, incluindo o autor de Oração, Leo Fressato. É ele o protagonista do vídeo “paz e amor” de 6 minutos em plano sequência.

Depois da primeira música, Uyara, acanhada, e com um sorriso de quem não acreditava que aquilo estava acontecendo, apresentou sua banda composta por Vinícius Nisi (tecladista e diretor do clipe), Luís Bourscheidt (baterista), Rodrigo Lemos (guitarrista) e Diego Plaça (baixista).

Quem se amontoava na fila do gargarejo, com câmera em punho, não se decidia se cantava as músicas (que ainda não estão nem em CD, apenas disponíveis em versões pelo canal d’A Banda… na internet) ou registrava o momento em foto ou vídeo. Do outro lado do palco, encostados na parede, poucos curiosos pelo som do grupo – que em alguns momentos se envolviam na apresentação se mexendo de uma lado para o outro, acompanhando alguma música.

Entre as participações especiais, a de Diego Perin da banda Gentileza em Caveiras e de Habacuque Lima, do Ludov, na música A Balada da Bailarina Torta. Kelly Eshima tocou triângulo em Cantiga de dar Tchau. Leo Fressato apareceu a primeira vez, para surpresa da plateia, em Canção Para Não Voltar, mas foi em Se eu Corro e em Oração que ele se fez presente do início ao fim das músicas no palco. Nessa última, outras pessoas que aparecem no vídeo – que causou “frisson” na internet – se juntaram à festa e emocionaram o público, que acompanhou com palmas e coro cada estrofe da canção.

Nervosismo
Entre um gole e outro de água, mas de boca fechada, a pequena Uyara, de 1,58 m de altura, fazia bicos e caretas, e passava a língua entre os dentes para tentar molhar a boca, sinal de que a emoção lhe dominara e a garganta ficava cada vez mais seca assim que a galera respondia seus sinais ou a acompanhava em coro. Para tentar descontrair, ela abria os braços ou brincava com as mãos, como se estivesse tocando algum instrumento musical, e acompanhava a banda.

Uyara – de franja e cabelos jogados pelos ombros – se tornava grande no palco: de voz estridente, e, meio que sem querer, esbanjava simpatia e sensualidade (com ar de menina). Ela usava um vestido preto com pouco brilho, meia-calça arrastão, que deixava suas pernas de fora. Um anel preto combinava com a vestimenta e uma sapatilha clara, com bolinhas escuras, completavam o look.

***

Confira o setlist:

Elevador
Mercadoramama
O Lado Frágil
Lobotomia
Aos Garotos de Aluguel
Oxigênio
Caveiras
A Balada da Bailarina Torta
Ótima
Solitária
Canção Pra Não Voltar
Nunca
Boa Pessoa
Se eu Corro
Cantiga de dar Tchau
Oração

Talvez você também goste...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *