Especial Lollapalooza 2018 – Com participações de Didi Wagner e Sabrina Parlatore, podemos dizer: “nossa MTV está viva!”

O programa de número 51 é parecido com as coberturas de eventos que fizemos anteriormente, como no Rock in Rio em 2017. Durante os três dias de Lollapalooza (dias 23, 24 e 25 de março), André Aloi e Victor Albuquerque conversaram com quem passou pelo Lolla Lounge e a pirâmide de Doritos (outro camarote do evento). Abaixo, algumas das sonoras que fizemos e as fotos que tiramos no evento. Play!

Leia mais

Sensualidade não espanta timidez de Tove Lo em Lolla Party, em SP

Inverta as sílabas de seu nome e conseguirá a frase: com amor, para… e foi assim que Tove Lo entregou um show puro amor, ainda que sua presença de palco seja ofuscada pela timidez na primeira das Lolla Parties, que aconteceu na Audio Club, nesta sexta-feira (24.03), em SP.

Rainha do coraçãozinho com a mão, foi chamada de gostosa pelo público, que delirou quando ela mostrou as tetas ou apareceu com uma roupa mais sensual (látex, transparência e pernas de fora) na segunda metade do concerto. Apesar de sua presença de palco ser pouca e não prender a atenção, dezenas de celulares registravam cada segundo da apresentação de pouco mais de uma hora.

Enquanto a semi-apatia da sueca não sabia lidar com o calor dos brasileiros, o público estava afim de cantar as músicas a plenos pulmões. A apresentação seguiu à risca o setlist de seus últimos shows, exceto por “Imaginary Friends”, que caiu fora da seleção que mescla seus dois discos lançados em praticamente um DJ set cantado em cima de um playback*.

Acompanhada por uma banda enxuta e excesso de base pré-gravada, que no coro das músicas fica irritante, a cantora tem o frescor da nova safra. À vontade, ela estava. Arriscou até um obrigado em português e um “eu amo vocês” em sueco. Mas só o tempo vai fazer com que ela se sinta confiante no palco, traçando um verdadeiro diálogo com a plateia.

Tira o pé do chão
O show começou 23h32, acabou à 00h48. O ápice foi em “Keep it Simple”, que ganhou uma versão remixada e transformou a plateia em pista de dança. Ainda que o som do microfone estivesse baixo, conseguiu mostrar sua potência vocal em “What the Fuck Love Is” e “Flashs” (em uma versão mais rocker), mas aí já era tarde demais. Antes do hino “Habits (Stay High)”, apresentou “What I Want For The Night (Bitches)”, sua nova.

Em resumo, o show de Tove Lo é como quando você conhece o crush pela internet e ao ver ao vivo e a cores, pela primeira vez, não rola a química. Mas pode ser que isso mude. Ela tem mais uma chance no palco do Lollapalooza neste sábado (25.03).

*O playback nesse caso é aquela base pré-gravada, com arranjos e que a voz do artista é encorpada umas duas vezes pra reforçar o vocal principal.

[hr]
Colaborou: Victor Albuquerque; Fotos: Leandro Godoi/Divulgação (Audio Club).

Tove Lo Setlist Audio Club, São Paulo, Brazil 2017, Lady Wood Tour

Leia mais

Brahma Valley tem Philip Philips e Colbie Caillat; veja programação

Acontece neste fim de semana (dias 28 e 29.11), no Jockey Club, em São Paulo, a primeira edição do Brahma Valley. Um festival dedicado à música sertaneja, que mescla outros estilos, como pop, rock, funk e MPB. Entre os brasileiros, a marca de bebidas traz ainda Philip Philips como headliner para o primeiro dia e Colbie Caillat para o segundo.

Além deles, o DJ francês Bob Sinclar é um dos destaques do evento que reunirá nomes consagrados do sertanejo. Será uma espécie de Lollapalooza (inclusive, repetindo o venue), mas com Chitãozinho & Xororó e Michel Teló, além de Fernando & Sorocaba, Marcos & Belluti etc. Além de nomes da nova safra, como Henrique & Juliano, Lucas Lucco e Thaeme & Thiago.

As participações especiais têm Anitta, MC Guimé, Sophia Abrahão, Ludmilla, Lucas Silveira e Gabriel O Pensador. Não vai ao evento? Não tem problema! O Multishow transmite o evento durante os dois dias, a partir das 13h30. As atrações dos palcos Reflexo e Pop serão exibidas no site do canal e na plataforma digital Multishow Play.

GASTRONOMIA
Além dos encontros musicais, o festival terá uma tenda com diferentes chefs sob curadoria do Masterchef Henrique Fogaça (Cão Véio), oferecendo diferentes cardápios com o melhor da gastronomia contemporânea. Também há uma área destinada aos foodtrucks. Estacionarão por lá os chefs Rodrigo Amaral (Chef Sobre Rodas); João Vergueiro (Frish), Alex Sotero (Nero Food Truck) e Adolpho Schaefer e Paulo Ribas (Holly Pasta). Ainda não há informações sobre valores.

[hr]

Veja a programação completa:

SÁBADO (28/11)
PALCO REFLEXOS (sertanejo + country ou raiz)
14h45 – Bruninho e Davi (participação de Mato Grosso e Mathias)
16h45 – Ben Miller Band
19h20 – Jads e Jadson (participação det Breno e Caio Cesar)
21h45 – Philip Philips

PALCO POP (Sertanejo + Pop + Samba)
13h30 – Marcos e Belluti participação de Luciana Mello + Jair Oliveira
15h25 – Thaeme & Thiago (participação de Negra Li)
18h00 – Cezar Menotti & Fabiano (participação de Sophia Abrahão)
20h35 – Henrique & Diego (participação de MC Guime)

PALCO SOUND (Sertanejo + Funk+ Hip Hop + Eletronico)
13h30 – Raphael Leandro
14h45 – DJ luizão
16h05 – João Neto e Frederico participação de Anitta
17h00 – Carlos & Jader
18h05 – Make U Sweat
18h35 – Zé Rubens & Guilherme
19h40 – MC Guime
20h50 – Beatriz e Gabriel
21h30 – Bob Sinclar

[hr]
DOMINGO (29.11)

PALCO REFLEXOS
13h30 – João Bosco e Vinicius (participação de Fiduma e Jeca)
15h30 – Fernando e Sorocaba (participação de Chris Weavers)
19h10 – Chitãozinho e Xororó (participação de Bruna Viola)
21h45 – Colbie Caillat

PALCO POP
14h15 – Victor e Leo (participação de Lucas Silveira)
18h00 – Gustavo Lima (participação de Catra)
20h30 – Henrique e Juliano (participação de Renato Teixeira)

PALCO SOUND
13h30 – Lu e Robertinho
14h15 – DJ Johnie Glovez
15h00 – Rominho
15h50 – DJ Tartaruga
16h30 – Luccas Lucco (participação de Gabriel O Pensador)
17h45 – Projota
18h35 – Make U Sweat
19h45 – Jorge Ben Jor
21h15 – Michel Teló (participação de Ludmilla)
[hr]

SERVIÇO
Festival Brahma Valley
Onde: Jockey Club de São Paulo – São Paulo
Quando: Dias 28 e 29 de novembro (sábado e domingo).
Início dos shows a partir das 13h30 (abertura dos portões às 12h). Término às 23h30

[hr]

INGRESSOS

ingressos-brahma-valley

Leia mais

Popload Festival chega com line-up forte e vira queridinho do fim de ano

Belle and Sebastian

Está chegando nessa semana a terceira edição do Popload Festival, formato turbinado do Popload Gig, que já trouxe um sem número de shows incríveis ao Brasil. Pra quem, como eu, é órfão do Festival Planeta Terra e sente falta até de tentativas mais ou menos frustrantes como o Circuito Banco do Brasil e o SWU, o Popload Festival preenche muito bem essa vaga de “festival de fim de ano” com um elenco de muito respeito.

Leia mais

Vento Festival: 9 coisas que você não viu na imprensa sobre Ilhabela

No último fim de semana (de quinta a domingo pra ser exato), fui acompanhar a primeira edição do Vento Festival, em Ilhabela (litoral norte de São Paulo), com alguns dos principais veículos do País. Junto comigo, um time de jornalistas do jornal “Folha de S. Paulo”, revista Rolling Stone, além de portais, como IG e Vírgula.

Além de cobrir o festival todos os dias (eu voltei domingo de manhã, antes de terminar), a gente fez alguns “rolês” pela ilha, que acabaram não entrando nas principais matérias. Eu mesmo não consegui fazer um guia do que fizemos por lá! E é por isso que resumi aqui nesse post os hotspots…

[hr]

1) Eu fiquei hospedado no TW Guaimbé, um dos mais novos da cidade e com uma vista maravilhosa… Sem contar a praia particular. É sair do hotel com pé na areia… Apelidamos o hotel de os Hamptons de Ilhabela:

Uma foto publicada por André Aloi (@aaloi) em

[hr] 2) Ao chegar lá, fomos recepcionados com um coquetel no restaurante Capitano. O cardápio especial incluia sangria, finger foods, além de um drink especial, chamado Ilhabela!

Uma foto publicada por André Aloi (@aaloi) em

[hr]

3) Na sexta, o almoço foi no restaurante Ilha Sul… Ninguém tirou foto pra contar história! Tava todo mundo compenetrado no arroz de polvo, no filé de badejo com lulas, nos deliciosos camarões. Mas o melhor: batata crocante com alho frito. (Foto:Reprodução/Internet)

FOTOS ILHA SUL MY 029 (1)

[hr]

4) Depois do farto almoço, fomos às praias do sul, de van. Vimos o entardecer no deck em frente à ilha das cabras (foto). Encerramos o passeio na praia do Julião, com direito a mergulho nas gélidas águas! hahaha (sem foto, again).

IMG_9476
[hr]
5) No sábado (18.07), fomos andar de barco, um flexboat para 45 lugares. O único desta galáxia (aka Brasil). Demos uma volta pela ilha, paramos pra dar um mergulho na praia da fome. Já me expus demais no Instagram! hahaha
[hr]
6) No meio do passeio de barco, regado a muito axé de Ivete Sangalo, Claudia Leitte (paz, Carnaval, futeb el… Melhor rima), os meninos ensaiaram uma dancinha… E olha que ninguém havia bebido! (no vídeo no começo deste post…)
[hr]
7) Mais comilança, agora na praia da Armação: ceviches misto, de peixe branco, lula e polvo; o tipo clássico, só com peixe branco, e o do dia, temperado com limão siciliano e maracujá. Também tem um taco de lula e de badejo à milanesa, temperados com maionese, guacamole e cebola roxa. Tem que provar!

Uma foto publicada por André Aloi (@aaloi) em

[hr] 8) Os artistas estavam tão à vontade que, depois do show no festival, faziam uma jam no Estaleiro, um barzinho que cabem 250 pessoas… Assistimos a um pocket show do Holger lá, no sábado (18.07). No primeiro dia, o Charlie e os Marretas também se apresentaram!

Uma foto publicada por André Aloi (@aaloi) em

[hr] 9) Pra finalizar, esse vídeo do amor, de Céu se declarando pra Tulipa. Apesar de ter saído na grande imprensa, a gnt reproduz porque foi muito amor! E a repórter demorou a conseguir esse flagra…

Leia mais

Tulipa Ruiz, Céu, Singapura e mais se apresentam em festival de Ilhabela

Bota a cara no VENTO! É o que pede a produção do festival de mesmo nome, que ganha sua primeira edição em Ilhabela (litoral norte de São Paulo), a partir desta quinta-feira (16.07).

O evento, que acontece na Vila, no centro histórico da cidade, segue até domingo (19.07), reunindo expoentes do cenário nacional, aproveitando o inverno tropical à beira-mar.

Além de nomes conhecidos, como Tulipa Ruiz, Céu, Singapura, reúne uma turma boa da nova safra, como Charlie e os Marretas, O Terno, Guizado, Inky e uma infinidade de DJs. Do tropicalismo ao rock, da psicodelia ao jazz, ao todo são 12 bandas autorais, quatro DJs, além do open mic, que promete animar a galera entre o pôr do sol e o começar da madrugada (19h30 até 1h, mais ou menos). O mestre de cerimônias será o rapper Max B.O.

A idealização e organização é de Anna Penteado, do Núcleo Indahouse, a produção executiva de Bianca Lombardi e artística de Shirlei Vieira, da Recheio Digital. A direção, quem assina, é Tatiana Sobral, da Casco Ilhabela.

Para saber o que vai rolar por lá acompannhe a hashtag #botaacaranovento.

PROGRAMAÇÃO

QUINTA (16.07) MC Max B.O. apresentando 19h às 19h30 – DJ Dago (Neu Club) 19h30 às 20h50 – Open Mic: Caroço de Azeitona 20h50 às 21h – DJ Dago (Neu Club) 21h às 22h – Charlie e os Marretas 22h às 22h30 – DJ Dago (Neu Club) 22h30 às 00h – Tulipa Ruiz 00h à 01h – DJ Dago (Neu Club)

SEXTA (17.07) MC Max B.O. apresentando 20h às 20h40 – Norma Nascimento 20h40 às 21h10 – Singapura 21h10 às 22h10 – O Terno 22h10 às 22h40 – Singapura 22h40 à meia noite – Lira 00h à 01h – Singapura

SÁBADO (18.07) MC Max B.O. apresentando 20h às 21h – Holger 21h às 21h30 – DJ Mataga e Dip 21h30 às 22h30 – Saulo Duarte e a Unidade 22h30 às 23h – DJ Mataga e Dip 23h às 00h20 – Céu 00h20 às 01h0 – DJ Mataga e Dip

DOMINGO (19.07) 19 de Julho – domingo 15h às 16h – Fidura 16h às 16h30 – DJ Phill 16h30 às 17h30 – Piratas da Ilha 17h30 às 18h – DJ Phill 18h às 19h10 – Guizado 19h10 às 19h30 – DJ Phill 19h30 às 20h3 – Inky

Leia mais

INSPIRED: Os 29 melhores looks do Glastonbury Festival 2015

Uma coisa que há neste blog é democracia! Enquanto as pessoas se perguntam “por que mostrar looks masculinos e femininos ?”, eu me pergunto “por que não mostrar?”. Reuni os melhores looks do festival Glastonbury que aconteceu de quarta (24.06) passada até domingo (28.06), na Inglaterra.

Por ser um dos eventos mais modernos, cheio de fashionistas, eu não poderia deixar de passar aqui e mostrar pra vocês os meus looks favoritos. Algo que deve ser levado em conta é a coragem das pessoas que vão ao festival. Elas não têm medo de apostar em nada extravagante: de galochas até casacos de pele.

Uma dica pessoal: salve sempre os looks que vocês gostem em alguma pasta no computador ou no celular e quando forem comprar alguma peça, olhem nas pastas e se inspirem para combinar e montar outfits incríveis.

Agora deem uma olhada na galeria de fotos que separei a dedo para vocês se inspirarem! (ou até copiar, nosso segredo 😉 )

 

 

Leia mais

Os melhores shows para aproveitar a Virada Cultural de SP

Neste fim de semana (20 e 21) acontece a Virada Cultural de São Paulo. Das 18h do sábado às 18h de domingo a cidade recebe shows, peças, exposições, etc concentradas no centro e espalhadas em diversos locais, de Cidade Tiradentes a Pirituba. Além disso, os Sesc também vão se juntar à programação. Mas fique atento: ingressos para o sesc devem ser retirados à partir das 18h do sábado, em qualquer unidade.

Com tantas opções fica difícil saber o que ver: a gente quer se dividir em muitos e acompanhar a maratona de 24h sem descansar. Claro que assim fica impossível, mas dá pra escolher se a noite vai ser da virada ou vale mais a pena aproveitar o domingo, e pra ajudar o AosCubos preparou um guia com os shows imperdíveis dessa virada, além de diversos nomes que nós apostamos em grandes shows!

Faça suas escolhas e aproveite a Virada!

Mais informações e programação completa: http://viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/2015/

 

Sábado – 20/06

Atrações Imperdíveis

18h Pedro Baby e Beto Lee – Palco Rio Branco

20h Cidadão Instigado – Sesc Pinheiros

21h Daniela Mercury e Márcia Castro – Palco Julio Prestes

21h Ana Cañas part. Marina Lima – Sesc Consolação

21h30 Karina Buhr canta Secos e Molhados – Sesc Belenzinho

23h Os Paralamas do Sucesso – Sesc Pinheiros

23h59 Lenine – Palco Julio Prestes

01h Chico César – Palco Barão de Limeira

01h Otto e Baby do Brasil – Sesc Consolação

01h30 Ira! – Sesc Belenzinho

04h Alceu Valença – Palco Republica (Arraial da Inezita)


Aposte!

19h A Fantastica Fábrica de Chocolates (1971) com trilha ao vivo de Trupe Chá de Boldo – Palco São Francisco

20h Dandara e Clandestino – Palco Anhangabaú/ Líbero

21h Bruna Caram – Sesc Ipiranga

23h Shanawaara – Palco Arouche X Duque de Caxias

23h Junio Barreto e Siba – Sesc Consolação

02h Rita Lee, o musical – Palco Princesa Isabel

04h Far From Alaska – Palco Rio Branco

 

Domingo (21/06)

Atrações Imperdíveis

07h Tom Zé – Palco Barão de Limeira

10h Erasmo Carlos – Palco São João

12h Nando Reis – Palco Julio Prestes

14h Tiê – Palco São Francisco

15h Emicida convida Martinho da Vila e João Donato – Palco Julio Prestes

16h Metá Metá – Palco Estação da Luz

18h Ira! Mudança de Comportamento (1985) – Theatro Municipal

18h Os Paralamas do Sucesso – Sesc Pinheiros

18h Caetano Veloso – Palco Julio Prestes


Aposte!

8h Tigre Dente de Sabre – Palco Estação da Luz

9h Curumin – Barão de Limeira

16h Anelis Assumpção – Palco São Francisco

17h O Terno  – Centro Cultural da Penha

17h Helio Flanders – Teatro Decio de Almeida Prado

18h Bruna Caram – Sesc Ipiranga

 

 

Leia mais

Com alma brasileira, Ben Harper se apresenta em São Paulo

Ben Harper e seu violão foram a principal atração do Samsung Blues Festival, que aconteceu nesta sexta-feira (19.06), no HSBC Brasil, em São Paulo. Com duração de quase duas horas, cantor conversou bastante com o público durante sua apresentação trocou várias vezes de instrumento, contou com o auxílio de um pedal steel (uma espécie de violão deitaxo), e ainda tocou ukulelê, o primo do cavaquinho. Charlie Musselwhite, que se apresentou antes de Harper, voltou ao palco para tocar com o músico.

“Meu irmão de outra mãe”, brincou Harper sobre o Brasil, lugar no mundo ele se encaixa melhor. Ele falou que o melhor de viajar, e passa cerca de 200 a 250 dias longe de casa, é poder conhecer diferentes lugares é que ele pode ficar imaginando se faria parte dali. “Você tem alma brasileira”, gritou um fã, que recebeu o agradecimento do astro da surf music e que se embrenha por outros ritmos, como o próprio blues, o rock e até mesmo o reggae.

O cantor, assim que subiu ao palco, disse que queria poder falar português para conversar melhor com o público. Com a ajuda de um papel, contou em um português enrolado que compôs “I’m Blessed to Be a Witness” no Brasil, com a ajuda de um cavaquinho. Dedicou a faixa-abre aos amigos Bob Burnquist, Vanessa da Mata, Jorge Ben Jor, Marisa Monte e Gilberto Gil.

No setlist, entre outros sucessos, passaram “Excuse Me Mister”, “Fight Out You” e “Walk Away”, “Forever” e “Burn one Down”. Cantou músicas novas, ao piano, do disco ainda sem nome que será lançado no próximo ano com sua banda, The Innocent Criminals. Uma delas terá participação do astro Charlie Musselwhite, que também dividiu o palco com o cantor americano.

Sem dizer o nome, cantou ao piano outra track com atmosfera anos 20 e um refrão que versava sobre perdas e recomeços, a falta a confiança depois de sobrer, mas a única coisa que ele não poderia fazer era se apaixonar. O show, que começou por volta das 23h, avançou a madrugada, e seguiu por quase até a 1h deste sábado.

Leia mais

Festival Sónar volta a São Paulo e terá edições na Argentina, Chile e Colômbia

SITE_RG

Por André Aloi, especial para o Site RG (Foto: Divulgação)
O texto abaixo é uma r
eproduçãoveja a publicação original

[hr]

O festival de música espanhol Sónar está de volta a São Paulo. RG confirmou com a produtora Dream Factory (responsável pela organização local ao lado da Advanced Music) que uma nova edição está programada entre os dias 23 a 28 de novembro de 2015, em local a definir.

As atrações do line-up – que além de música, terá arte digital – serão confirmadas em coletiva de imprensa em abril, mas RG adianta que o formato foi repensado para receber aproximadamente 10 mil pessoas no total ante 30 mil da última edição, que aconteceu em 2012 no Anhembi.

Os organizadores do festival, pioneiro em música eletrônica, emitiram um comunicado hoje, falando em edições ainda em Buenos Aires, na Argentina, Bogotá, Colômbia, e Santiago, no Chile, próximo a dezembro. A produtora local já havia testado uma edição argentina do festival em 2007.

“Sempre houve um interesse do Sónar no que está acontecendo na América do Sul”, disse o diretor executivo da marca, Ventura Barba, à revista americana Billboard. A decisão em retomar o projeto latino-americano do festival foi o sucesso de bandas como o Bomba Estereo, da Colômbia, que mistura cumbia e psicodelia.

Similar ao modelo do Lollapalooza, que cria uma turnê latina para que os artistas possam viajar de cidade em cidade, o Sónar está montando uma infra para que os headliners sejam os mesmos nessas praças e dividam os palcos com artistas locais.

Recentemente, o Sónar – que é uma companhia privada da Espanha – já expandiu fronteiras com eventos organizados nos Estados Unidos, cujo festival não terá presença este ano, e mais recentemente em Reykjavík, na Islândia, Estocolmo, Suécia, além de Copenhague, na Dinamarca, que terá uma edição do festival no próximo fim de semana (dias 13 e 14 de março).

VERSÃO BRASILEIRA
Apresentaram-se na edição brasileira do festival, em 2012, 29 artistas internacionais, sendo que 19 deles vieram pela primeira vez ao país naquele ano, além de outras 19 nacionais. Entre os nomes de peso, o grupo alemão Kraftwerk, que substituiu a cantora islandesa Björk, Justice, James Blake, Cee Lo Green, Mogwai, entre outros.

Leia mais