Solange mostra caminho próprio com show curto mas poderoso

Solange-1Fotos de Ana Laura Leardini, exclusivas para o Aos Cubos. Mais fotos no nosso tumblr.

Trilhar uma carreira musical quando sua irmã mais velha é uma das maiores popstars do mundo parece moleza, certo? Mas já parou pra pensar em quanta cobrança você receberia e como seria difícil fugir das comparações e provar que você é de fato relevante e não apenas o irmão mais novo de alguém muito famoso e bem sucedido? Solange, irmã mais nova de Beyoncé Knowles, demonstra ter tropeçado e pensado bastante antes de achar um caminho pra chamar de seu. Em show realizado em São Paulo no Cine Joia no último dia 21, provou que pode agora desfrutar da publicidade instantânea que seu parentesco com Beyoncé provoca mas mostrando uma música forte e original o suficiente pra enterrar qualquer desvantagem que essas comparações trariam junto.

Solange1Solange fez um show poderoso e empolgante em um Cine Joia tranquilo (com tantos convidados quanto pagantes) onde todo mundo tinha espaço para dançar o quanto Solange pedia com sua presença de palco infinita – diferente do show do duo CocoRosie que aconteceu um dia antes e estava tão lotado com fãs fervorosos que qualquer locomoção se tornava uma jornada. Com visual retrô e passando longe das coreografias absurdas e impossíveis de se copiar da sua irmã mais velha, Solange incentivava passos simples e divertidos no melhor estilo “dance como se ninguém estivesse vendo”. As melodias envolventes e as fortes batidas (mesmo vindas de uma banda meio apagada) facilitavam a realização do trabalho, e a dobradinha “Lovers in the Parking Lot” e “Losing You” encerrou a primeira parte do show com o público cantando muito alto e dançando numa catarse coletiva.

O único problema foi que Solange tem tanta certeza que só encontrou o que queria com seu trabalho mais recente – o excelente EP “True” que tem 7 músicas – que fez um show extremamente curto praticamente ignorando seus dois primeiros álbuns. Solange finge abertamente que seu primeiro disco não existe: “Solo Star”, lançado em 2002 quando ela tinha apenas 16 anos, tem um estilo pop pasteurizado e foi seu único disco lançado por uma grande gravadora. “Crush” é a única música do disco ainda tocada, mesmo que raramente, mas não deu as caras por aqui.

Solange3Em 2008 Solange lançou o experimental (mas irregular) “Sol-Angel and the Hadley St. Dreams”, que forneceu ao show os fortes singles “T.O.N.Y.”, “Sandcastle Disco” e a surpresa “Cosmic Journey”, quase tão rara em shows quanto “Crush”. Do EP “True”, Solange só não tocou “Look Good With Trouble” música delicada de pouco mais de um minuto, mas que foi lançada em versão “completa” de 4 minutos com participação de Kendrick Lamar, e que fez bastante falta em um show tão pequeno.

Solange4Foram 10 músicas e pouco mais de 50 minutos. Além das músicas próprias, Solange adicionou um cover do hino indie “Stillness is the Move” da banda norte-americana Dirty Projectors que iniciou o bis e se mostrou perfeita para Solange mostrar todo seu virtuosismo vocal e dizer o quanto ela se identifica com essa cena. Quem encerrou o show foi “Sandcastle Disco” com seu refrão que botou todo mundo pra dançar e gritar “Ba-b-b-b-baby, don’t blow me away”. Depois de cumprimentar alguns fãs, pegar presentes e distribuir sorrisos com um carisma inacreditável (e uma semelhança física às vezes assombrosa com Beyoncé) Solange se despediu deixando uma mistura de satisfação e frustração no público.

Solange6Será que era mesmo tão difícil e tamanho sacrifício colocar pelo menos mais três músicas no show? O disco “Sol-Angel…” tem 16 músicas, das quais apenas 3 apareceram na setlist… O nome da turnê “True Promo Tour” parece deixar claro que a função desses shows é apenas fornecer uma amostra da carreira que Solange irá nos entregar com seu próximo álbum completo, o primeiro com um caminho satisfatório pra ela. Mas não consegui parar de pensar que todos que pagaram o salgado valor de R$200,00 no ingresso gostariam e mereciam ter visto um show um pouco maior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *