Depois de apanhar em clipe, Britney se apaixona por novo criminoso

Britney Spears – nos primeiros segundos do novo clipe, “Criminal” – aparece dando um fora em uma mulher que está em clima de romance com seu namorado em uma festa de gala. “Quer dizer que hoje você não está na esquina trabalhando, como posso ver”, provoca ela, depois de ser maltratada pelo cara e ter ido chorar no banheiro. Na cena seguinte, o “macho fatale” – com o perdão do trocadilho – tenta domá-la, dando um tapa em seu rosto. Eis que surge o noivo da cantora na vida real, Jason Trawick, para apaziguar a situação, e ela acaba fugindo de moto com o sujeito misterioso sem saber que ele é um criminoso.


A história criada pelo diretor Chris Marrs Piliero (o mesmo de “I Wanna Go“) com a participação de Britney é clichê pelo tema Bonnie e Clyde ou “ai, como eu tô bandida”. Além do assalto a uma loja de conveniência, o clipe abusa da sensualidade em momentos soft porn de Britney com o namorado – pois é, ela não aprendeu nada com “My Prerogative” – na cama, no chuveiro, no café da manhã… Isso dá a pitada para diferenciar o tema batido, que como disse,  já foi explorado nas fugas cinematográficas de Madonna em “What it Feels Like For a Girl“, Beyoncé com Lady Gaga em “Telephone“, e a Honey B com o marido, Jay-Z, em “03 Bonnie e Clyde“.

O que mais chama a atenção: é que a cantora está mais solta, não aparece com a fisionomia distante, coreografando passos que não consegue acompanhar, e ainda dialoga nas filmagens – como falamos no comecinho da resenha. Britney parece estar voltando… Torcemos para que ela tire o hobbie rosa e pare de fazer cara de paisagem. Ah, e vamos ver se ela toma vergonha na cara – e deixar de fazer a Shakira com “Rabiosa” – e inclua a música no set da turnê de mesmo nome do disco, que desembarca no Brasil no próximo mês: dia 15 no Rio de Janeiro (Praça da Apoteose), e no dia 18 em São Paulo (Arena Anhembi).

Eu sou suspeito pra falar porque, como havia adiantado no Guia da revista “Rolling Stone”, elogiei a faixa, frisando que é a única do CD “Femme Fatale” que sai imune ao Auto-tune. É uma das que eu mais gosto! Enfim, para variar a nova onda de “pague zero pela confecção de seu clipe”, o vídeo  foi bancado pela marca Swarovski (há alguns closes no relógio de Britney), Critoën (o carro roubado) e o perfume dela, o Radiance (passa enquanto está no banheiro). O Fantay também aparece na mesma hora.

***

Assista ao clipe de “Criminal”:

Talvez você também goste...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *