"Ela cumpriu sua missão", diz cover brasileira de Amy Winehouse

Responsável por dar voz aos fãs que lotaram o Studio SP na madrugada desse domingo (24) em um show carregado de emoção, a cantora Miranda Kassin disse em entrevista ao Terraque Amy Winehouse “cumpriu sua missão”. Miranda comentou que sente muito a perda: “(digo isso) como fã e também artista. Porque ela contribuiu muito para a música Pop. Amy deu uma roupagem completamente diferente à música retrô”.

Texto originalmente publicado em Música, no Portal Terra

Amy Winehouse, que tinha 27 anos e um histórico de escândalos por abuso de álcool e drogas, foi encontrada morta em sua casa, em Londres, neste sábado (23). A suspeita é que tenha sido por overdose.

Fazendo uma avaliação de tudo o que se passou em sua cabeça durante o sábado, desde a notícia da morte até minutos antes de subir ao palco, resumiu: “ela foi um gênio na música, grande intérprete, compositora… Simplesmente excepcional. Vai demorar para aparecer outra porque ela já encontrava-se no hall de divas do soul enquanto estava viva. Sua morte só reforça o título de mito”. Ela classificou o show da madrugada deste domingo como sendo a mais dolorosa das apresentações que ocorrem desde 2008 no projeto I Love Amy no Studio SP, que, além da britânica, estende homenagens a outras divas do soul, do pop e da black.

Miranda contou que recebeu a notícia por SMS de uma amiga e, logo em seguida, de sua irmã. “Achei que fosse uma brincadeira de mal-gosto criada no Twitter”, comentou, dizendo que acreditava na recuperação de Amy: “achei que ela fosse dar a volta por cima depois dessa última internação. Como todo fã, você sempre espera último show, álbum… O admirador não acha que vai acabar de uma hora para a outra e torce. Estávamos na torcida para ver sua volta (aos palcos com novo CD que ela estava gravando)”.

Cover tupiniquim
A cantora não encara como um termo pejorativo o título de cover brasileira. “As pessoas sabem, não tenho de provar nada a ninguém. Gosto de Amy há mais de três anos e não só porque ela morreu. Comecei essa homenagem quando ela estava no auge, muito saudável. Me dediquei muito e ela, que é uma inspiração na minha música”, concluiu a ruiva, que ao lado do ator André Frateschi lançou de forma independente em 2010 o disco Hits do Underground, produzido por Plínio Profeta.

Talvez você também goste...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *