Invasão Sueca: talento e fofura direto da Escandinávia

A Invasão Sueca, festival que acontece todo ano pelas mãos do coletivo recifense Coquetel Molotov, e que já trouxe músicos suecos de peso como Peter Björn & John e José González, chegou a mais uma edição trazendo ao Brasil os pouco conhecidos Taxi Taxi!, Anna von Hausswolff, e Taken by Trees (projeto solo de Victoria Bergsman, ex-vocalista do The Concretes, e mais conhecida como a voz feminina do hit Young Folks, dos já citados Peter, Björn and John). Na última sexta (24) foi a vez dos shows de Anna von Hausswollf e do Taken by Trees, que aconteceram na choperia do SESC Pompéia e custaram a bagatela de 20 reais (R$10, a meia).

Quem se apresentou primeiro foi Anna von Hausswolff, que tem 24 anos e aparenta ter bem menos (pelo menos até começar a cantar). Com banda de apoio – contando com um guitarrista e um baterista, ela surpreende desde a primeira tecla que toca no piano. Suas músicas se constróem aos poucos, sem pressa (algumas passam dos 8 minutos), apenas com o piano e uns poucos toques da guitarra até atingirem intensidade e força suficiente para explodirem junto com a bateria.

O resultado é incrível. É difícil acreditar que tanta densidade, tanto na parte instrumental quanto nas letras e principalmente na voz, esteja vindo daquela menina. Sim, porque nos seus momentos mais agressivos, em que toca e canta olhando diretamente para os olhos do público, Anna parece mais uma menina no shopping brigando com os pais porque precisa de uma calça nova. Mas de um jeito bom.

As comparações feitas com Kate Bush, vindas principalmente da crítica sueca que adorou seu álbum de estréia, Singing from the Grave, não são infundadas. Estão lá o vocal às vezes exótico, a inclinação para o pop, e tudo isso com uma atmosfera soturna que nunca deixa a melodia de lado. Anna se mostra como uma representante de uma juventude que consegue falar de assuntos maduros e não precisa fazer party music pra conseguir ser ouvida.

Quer conhecer? Vá no myspace dela e ouça Pills.
http://www.myspace.com/vonhausswolff

***

Depois foi a vez de Victoria Bergsman e do seu Taken By Trees. O show foi introduzido por um pequeno vídeo projetado no palco, documentando trechos de sua passagem pelo Paquistão (viagem essa que deu origem ao seu último álbum, o elogiadíssimo East of Eden) e começou com a ótima To Lose Someone, seguindo com uma mistura equilibrada entre músicas deste último album e de Open Field, lançado em 2007. O grande mérito de East of Eden é ter reformulado o gênero indie pop apenas com instrumentos da cultura musical paquistanesa. Porém, no show – feito apenas com instrumentos “tradicionais” para uma apresentação ao vivo (bateria, guitarra, baixo e teclado), essa originalidade se perde um pouco tornando a influência um pouco inaudível. No fim das contas, as músicas se tornaram apenas um tanto quanto “malemolentes”.

Os melhores momentos ficaram por conta de Lost and Found, primeira música de trabalho de Open Field, e My Boys – cover surpreendente de My Girls do Animal Collective. Faltou só a versão para Sweet Child O’Mine, aquela mesmo do Guns’n’Roses, que na voz de Victoria vira uma coisa fofa que você pode conferir aqui. Aliás, Victoria transmite constantemente uma fofura meio tímida, cantando de olhos fechados, que serviu como contraponto perfeito naquela noite para a fofura agressiva de Anna von Hausswolff.

Conhecer mais? Veja o clipe (fofo, pra variar) de My Boys
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Q9wX3jg1p7Y]

***

Taxi Taxi!
Nessa quinta (30), às 21h, acontece o show do duo sueco Taxi Taxi! formado pelas gêmeas Miriam e Johanna Eriksson Berhan, e que vão se apresentar junto com a francesa Soko. O show acontece no teatro do SESC Pompéia, também custa 20 reais, e pode ser comprado em qualquer unidade do SESC (inclusive no CineSESC).

Corre e não perde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *