Luiza Lian e Falso Coral dão a nota sobre ser artista independente

Luiza Lian é uma das grandes apostas da geração de cantoras da atualidade. Seu som bebe da fonte do setentismo, busca psicodelia e tem um pé no rock’n’roll. Enquanto o Falso Coral, do Luis Coutinho e da Bela Moschkovich, inovou o indie nacional com sua viola caipira, cantando em português e em inglês.

Os dois são artistas revelações da cena musical brasileira e contam pra gente como é ser independente no Brasil. Luiza dá a nota sobre o que não se deve fazer na página de um artista, enquanto o Falso põe fogo à discussão sobre as patotinhas de artistas e selos. A cantora lança uma nova mixtape agora em novembro, e um disco para o ano que vem, enquanto o grupo tem planos de lançar o clipe de “Desterro” e até o meio de 2017 preparar um conteúdo audio visual sobre o EP de estreia, “Folia”.

A gente ainda tem a participação do cantor André Whoong, por telefone, e uma conversinha bem en passant com Sasha Meneghel, que estreou como modelo na Semana de Moda de São Paulo (SPFW), e falou sobre seu primeiro dia de aula na Parsons, de Nova York, nos EUA (leia a matéria completa aqui).  E também participam dos quadros: “Perguntas Esdrúxulas”,  “Caderno de Perguntas” e “Rapidinhas”.

whatsapp-image-2016-10-28-at-19-40-55
(Foto: Alexandre Virgilio/Site RG)

A gente ainda fez um crossover com o podcast The Library is Open“, que fala de Rupaul’s Drag Race. Comandado por André Aloi e Victor Albuquerque, nesta edição, o Luis Coutinho (editor do blog) faz um jam com Luiza Lian, tocando “Luar”. E ainda dá voz a “Desterro”, na viola caipira, ao lado de sua companheira de banda. Play!

Um vídeo publicado por Aos Cubos (@aoscubos) em


[hr]

Quer falar com a gente? podcast@aoscubos.com
SIGA NAS REDES SOCIAIS: .RSSFacebook, Twitter e Instagram!

Talvez você também goste...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *