"Mudança de Hábito" estreia em SP antes de voltar à Broadway

SITE_RGPor André Aloi, especial para o Site RG (Fotos: Rafael Koch Rossi/Divulgação)
O texto abaixo é uma reprodução; veja a publicação original

[hr]

A adaptação brasileira para o teatro de “Mudança de Hábito” (“Sister Act”) estreia na quinta-feira (05.03), no Teatro Renault, em São Paulo.

O musical – que esteve na Broadway em 2011 – retoma a temporada americana em maio depois de ser vista por mais de 5 milhões de espectadores entre Londres, Alemanha, Itália, França, Áustria e Espanha.

Na manhã desta segunda-feira (02.03), a T4F reuniu a protagonista da adaptação, Karin Hils, e a equipe técnica brasileira, como a diretora de teatro e exposições da produtora, Stephanie Mayorkis, a diretora e coreógrafa, Fernanda Chamma, e a diretora musical, Vânia Pajares, para apresentar três cenas: “Pro Paraíso”, “Se Eu Achar Você” e “Espalhar o Amor”.

A equipe internacional de associados, como o diretor Steve Beckler e a coreógrafa Francis Chiapetta, também participou da conversa. Beckler brincou que a diferença entre as montagens do Brasil e dos outros lugares é só no clima: “aqui é mais quente”.

Ele também falou empolgado sobre o trabalho com o time brasileiro. “Não poderia ter sido melhor. Dirigi o tour americano e o da Europa, e há sempre um ou outro ator que é um problema. Não em comportamento, mas fazendo espetáculo. Aqui, escrevi para o Jerry Zaks (diretor) porque não queria que ele tivesse uma surpresa quando chegasse. ‘Eles são incríveis’, dizia toda semana. Quando chegou, concordou comigo e se sentiu muito mais feliz que nos outros lugares”.

France acrescentou que problemas no ensaio acontecem, é normal, mas a diferença é que eles acharam “incrível” trabalhar com o elenco nacional. “O que me marcou foi o entusiasmo deles. Quando estavam tendo dificuldade em alguma coisa, durante o processo de ensaios, continuavam trabalhando e se ajudando. Sempre muito positivos e divertidos”, destacou.

ELENCO
Com Adriana Quadros (madre superiora), Cesar Mello (Curtis Jackson), Thiago Machado (Eddie), entre outros, o elenco tem trabalhado entre oito e dez horas por dia desde 5 de janeiro. Na equipe criativa, a produção internacional é da própria Whoopi Goldberg, que eternizou a Deloris nos dois filmes da franquia, nos cinemas.

Os textos e piadas foram adaptados por Bianca Tadini e Luciano Andrey, que deram um tom de humor brasileiro às piadas e diálogos cômicos.

PRÓXIMAS ATRAÇÕES
As próximas produções no catálogo da T4F estão “Antes Tarde do que Nunca”, com Miguel Falabella, que estreia no segundo semestre no teatro Cetip (dentro do Instituto Tomie Ohtake), “Mary Poppins” e “A Pequena Sereia”.

As duas últimas da Disney ainda não têm data para estrear, dependem inclusive do sucesso de “Mudança…”, que fica em cartaz até julho caso a temporada não seja renovada.

ENTREVISTA
Karin Hils falou sobre seu encontro com sua diva Whoopi Goldberg, nos Estados Unidos, a volta para São Paulo depois de um ano morando no Rio de Janeiro, por conta de seus trabalhos na TV, e se já teve vontade de cantar em um coral de Igreja antes de receber o roteiro. Nosso papo será publicado na quinta-feira (05.03), dia em que estreia a montagem em São Paulo. Não perca!

coletiva-t4f-musical-mudanca-de-habito2

Talvez você também goste...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *