Sete tributos e coletâneas nacionais que você deve conhecer!

Coletaneas1

Desde o final do ano passado, temos sido presenteados com diversas coletâneas-tributos, homenagens a grandes nomes da música brasileira com releituras, em sua maioria, de artistas jovens, admiradores dos homenageados em questão.

Essas coletâneas são muito bacanas por trabalharem em duas frentes: ao mesmo tempo que põem em evidência para a geração atual o precioso trabalho, muitas vezes já esquecido, de importantes autores nacionais, dá a oportunidade a artistas novos, desconhecidos da massa, de mostrarem o seu trabalho, seu estilo e sua qualidade. Hoje, separei algumas das minhas prediletas para apresentar aqui:

1. E volto pra curtir – Jards Macalé

Jards_Macale03

O blog Banda Desenhada preparou como comemoração por seus 2 anos, um tributo também em comemoração do aniversário, mas de 70 anos, de Jards Macalé. A homeangem conta também com uma entrevista primorosa conduzida por Márcio Bulk, autor do blog e responsável pela empreitada.

As releituras das canções de Macalé obedecem ao estilo próprio de cada artista, o que resulta num combinado bastante diverso. Destaque para a banda Garotas Suecas, interpretando talvez o maior sucesso da carreira dele, “Vapor Barato”

 [soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/98585715″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Para conhecer melhor: http://goo.gl/yTW52F

Para ouvir inteiro: https://soundcloud.com/m-rcio-bulk/sets/e-volto-pra-curtir-1

 

2. Mulheres de Péricles – Péricles Cavalcanti

img-1011012-pericles-download-gratuito

Talvez ele seja o nome menos conhecido dessa lista, mas as canções de Péricles Cavalcanti ficaram famosas nas vozes dos mais diversos intérpretes. Gal Costa, Caetano Veloso e Adriana Calcanhoto são apenas alguns dos nomes que já cantaram as composições deste artista genial. A coletânea “Mulheres de Péricles” conta com 15 vozes femininas interpretando alguns dos seus grandes sucessos. Organizada por Nina Cavalcanti e o DJ Zé Pedro, foi lançado pelo selo Jóia Moderna, de propriedade de Zé Pedro e responsável pelo lançamento de diversas homenagens como essa. Karina Buhr, Tulipa Ruiz e Bárbara Eugênia são alguns dos nomes que emprestam a voz às canções de Péricles, e o meu destaque vai para “Medo de Amar nº3”, na voz de Tiê:

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/72233738″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Para ouvir: https://soundcloud.com/mulheres-de-p-ricles

Para baixar: http://www.mulheresdepericles.com/

 

3. Tributo Amor Maior – Antonio Marcos

amormaiorantoniomarcos

Antonio Marcos nos deixou há 20 anos. Junto, deixou algumas das mais belas canções do repertório brasileiro, muitas delas eternizadas na voz de Roberto Carlos. O projeto é ideia de Aretha Marcos, filha de Antonio, que encontrou num dos principais lugares da cena atual da música brasileira – A Musicoteca – a acolhida necessária para dar vazão ao projeto. Duma beleza incomparável, são tocantes as interpretações de Vanusa (ex-mulher de Antonio Marcos), Phillip Long e Gisele de Santi, mas a emoção da própria Aretha cantando “Você pediu e eu já vou daqui” é com certeza o meu principal destaque do CD.

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/108016309″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Para conhecer melhor e baixar: http://www.amusicoteca.com.br/?p=6713

 

4. Jeito Felindie – Raça Negra

capa_jeito_felindie

Surpreendente a presença dessa edição? Mas quem cresceu nos anos 90 sabe o quanto o pagode foi importante na nossa vida (ainda que involuntariamente, muitos de nós crescemos ouvindo!). Então, que tal celebrar uma das bandas mais emblemáticas do estilo? O jornalista Jorge Wagner concebeu o projeto e, em outubro no ano passado, surgiu “Jeito Felindie”, com participação de grandes nomes da cena indie nacional: hidrocor, Letuce e Nevilton, entre outros. Abaixo “É tarde demais”, por Harmada:

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/63170959″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Para ouvir: https://soundcloud.com/fita_bruta/sets/jeito-felindie-raca-negra

Para conhecer e baixar: http://bit.ly/jeitofelindie

5. #Armazém73 – Secos e Molhados

armazem 73

A mais recente das coletâneas também é uma das mais incríveis. Com curadoria do jornalista Marcos Xi, um dos responsáveis pelo site Rockinpress, #Armazém73 revisita o primeiro disco de uma das bandas mais importantes da música brasileira, com interpretações primorosas de músicos talentosíssimos. Com certeza é um dos trabalhos mais bem feitos de todos os aqui listados. As versões de Rafael Castro (“O Vira”), Mahmundi (“Sangue Latino”) e Nana (“Rosa de Hiroshima”) são maravilhosas. Segue “Rondó do Capitão”, com Leo Fressato:

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/107825887″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Para ouvir: https://soundcloud.com/selorockinpress/sets/armaz-m-73-tributo-ao-secos-e/s-zkU1Z

Para conhecer e baixar: http://bit.ly/Armazem73

 

6. Re-trato – Los Hermanos

WallPaper-Re-Trato

Não foi à toa o elogio à Musicoteca: o site é um dos maiores responsáveis pela difusão da nova música brasileira no momento. Dono de um acervo invejável e invejado, a Musicoteca é parada obrigatória pra quem deseja conhecer o cenário atual. E essa coletânea pode ser um bom ponto de partida: lançada em comemoração ao aniversário de 15 anos da banda, conta com mais de 30 nomes brasileiros dando sua voz aos sucessos do quarteto. Além disso, o projeto gráfico da artista plástica Luyse Costa completa o conjunto, tornando os disco duplo um deleite para os ouvidos e olhos. Atenção especial a “Morena”, com Tiago Iorc,”Deixa o Verão”, com Tibério Azul, e a versão abaixo, “Tá bom”, com o coletivo 5 a Seco:

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/108016297″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Para baixar (incluindo as ilustrações!): http://www.amusicoteca.com.br/?p=6425

 

7. Coitadinha bem feito – Ângela Rô Rô

coitadinhabemfeitocapa

Outra empreitada do DJ Zé Pedro por meio do seu selo Jóia Moderna (cuja ideia inicial era gravar tributos apenas com vozes femininas), dessa vez em parceria com o jornalista Marcus Preto. Em Coitadinha bem feito, 17 homens fazem versões deliciosas para as canções de uma das cantoras mais importantes da nossa música. A ideia, no entanto, é que o disco não tivesse “cara de tributo”: afinal, Ângela está viva e pronta pra, ela mesma, entoar tais canções, melhor do que ninguém. O álbum, assim, soa mais como uma homenagem onde cada artista se apropriou da música e a devolveu com seu próprio tempero. “Came e Case”, com Léo Cavalcanti, “Me acalmo danando”, com Hélio Flanders, do Vanguart, e “Fraca e Abusada”, com Gustavo Galo, da Trupe Chá de Boldo são, sem dúvidas, algumas das mais belas faixas desse trabalho incrível!

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/104853117″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Para ouvir: https://soundcloud.com/marcuspreto/sets/coitadinha-bem-feito-2013

Para baixar: http://bit.ly/CoitadinhaBemFeito

 

One thought on “Sete tributos e coletâneas nacionais que você deve conhecer!

  1. Que post massa! Tem tanta música boa sendo revisada e ficando mais linda ainda! Espalhei pros amigos o Jeito Felindie ano passado e eles amaram! Impossível não se divertir! Obg pelas indicações 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *