SP: Tokyo Police Club faz show para poucos em festa regada a uísque

Fotos gentilmente cedidas por Michel Salviano, do El Toron

DE SÃO PAULO
Fernando Montinho, especial para o Aos Cubos

Tokyo Police Club é daquelas bandas de indie rock cru que arrastam muitos alternativos para seus shows energéticos. Vindos de Newmarket, Canadá, em 2007 eles se apresentaram primeira edição do Festival Planeta Terra. Com apenas com dois EPs, os garotos de 19 anos à época, faziam jus ao rótulo que os classificamos, tocando para um público indie que cantou seu disco punk cru em velocidade máxima. Em 2007, no Brasil, o indie ainda vivia uma fase de inspiração e desejo de descobrir novas bandas por intermédio de sites como o Last.fm. Nessas bandas, incluem-se o Tokyo, The Cribs, The Horrors e Klaxons, que ganharam atenção na cena que os Strokes e White Stripes acenderam no início da década.

De 2007 até então, algumas coisas mudaram: a banda lançou dois discos aclamados pela crítica, chegando até a tocar em vários festivais no Canadá,  Estados Unidos e muitos outros europeus, o que deu no amadurecimento dos rapazes e a presença de palco marcante. Convidados para  tocar no Brasil pela segunda vez em uma festa fechada, patrocinada pela marca de uísque Jack Daniel’s, Dave, Graham, Josh e Greg fizeram da noite – regada, além da bebida, figuras blogueiras e subcelebridades – uma verdadeira festa dos bêbados de bigode.

O set da banda ficou focado no último trabalho “Champ”, de onde foram executadas oito faixas, entre os hits “Favourite Colour” , “Bambi”, “Wait up”,  “Breaknet Speed” e do EP, restando apenas uma faixa, a bela “Nature of Experiment”. Eles também executaram quatro faixas do “Elephant Shell” , e a noite foi encerrada com a linda e  romântica “Your English is Good”.

A festa estava muito boa, porém  97% não fazia ideia de quem era a banda canadense que estava ali rasgando um baixo distorcido, acompanhado de guitarra, bateria e teclado sincronizados. Claro, a festa era do Jack mas quem deu o show foram eles, afinal beber uísque do bom e velho Jack Daniel’s com show indie de primeira só poderia ser na Mr. Jack’s Birthday Party.

***

Conseguimos uma rápida e exclusiva entrevista na pista da festa com o vocalista Dave e o guitarrista Josh. Vejam a íntegra:

Aos Cubos – O que mudou da primeira vez que vocês tocaram no Brasil para a segunda?
Dave:
Naquela época éramos jovens com instrumentos e fazíamos musicas iguais, hoje  criamos músicas mais elaboradas e com sonoridade mais madura.
Josh: Eu aprendi a tocar guitarra de verdade e agora. 

Vocês não tocam mais as musicas do “A Lesson in Crime”, por alguma razão especial?
Josh: 
Sim tocamos uma ou duas músicas, mas aquelas musicas são velhas e precisamos viver de coisas novas e mudar o tempo todo, eu não gosto de todas as musicas do EP, mas naquela época eu as amava, hoje já nem lembro como tocá-las.
Dave: Temos 2 EPs e 2 discos. É natural que os fãs gostem do início, mas crescemos e fizemos músicas novas e esperamos que ela sejam tão importante quanto foi as dos nossos primeiros EPs.

Vocês tem alguma lembrança do Brasil de 2007?
Dave: Foi a primeira vez que fiquei num hotel de luxo da família Hilton e comi o melhor churrasco da minha vida.
Josh: Eu lembro que as pessoas cantavam nossas músicas recém lançadas e achei aquilo muito foda. 

Vocês tem planos de fazer uma turnê no Brasil?
Dave:
 Estamos sempre abertos aos convites, sei que no Brasil o movimento indie ainda é forte e por isso acredito que voltaremos em breve pra fazer uma turnê.

O que vocês tem ouvido nos últimos tempos?
Dave: Tenho ouvido muito Born Ruffians que fizeram uma colaboração em nosso disco com “First Date Kit”.
Josh: Estou ouvindo The Strokes e Two Door Cinema Club.

O que vocês acharam de tocar em uma festa de uísque?
Dave: Eu estou bêbado e não paguei pela bebida.
Josh: Os brasileiros são bonitos e eu estou bêbado também.

***

SETLIST

“Favourite Colour”
“Nature of the Experiment”
“Graves”
“Top 5”
“End of a Spark”
“In a Cave”
“Tessellate”
“Not Sick”
“Gone”
“Frankenstein”
“Be Good”
“Bambi”
“Breakneck Speed”
“Wait Up (Boots of Danger)”
“Your English Is Good”

***

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *