"Tive que mentir para não falar de mim", diz Alessandra Maestrini

Alessandra Maestrini é a convidada do podcast Aos Cubos desta terça-feira (25.04), no 16º episódio (no ar pela segunda temporada). A atriz está fazendo a divulgação de sua carreira musical, com apresentações no em Niterói e Rio de Janeiro nesta e na próxima semana. Na conversa, ela abriu seu coração sobre diferentes assuntos e falou abertamente sobre assumir sua sexualidade publicamente.

“Fui dar uma entrevista, tive que mentir tanto pra não falar de mim, da sexualidade, que quando cheguei ao final não me reconheci. Essa pessoa não sou eu, não admiro, não conheço, é chata e monótona e que não é ninguém”, recorda. Ela chamou seu entrevistado de volta e falou que queria dar uma outra entrevista, mas que agora seria ela de verdade. “Se você vir as fotos, não tem nada a ver com o assunto”.

A também humorista afirma que não sofreu preconceito desde que se assumiu, mas que existe um sistema que só vai ser mudado conforme a coragem de cada um. “Para mim é mais fácil do que para um ator? É! Mas foi fácil? Não”, resume. “Por incrível que pareça, a maioria das respostas (sobre a minha carta) foi amorosa e positiva. Seja pela própria pessoa, pelo filho ou amigo”.

Com 20 anos de carreira e prestes a completar 40 anos, ela falou que não tem medo de envelhecer, mas de dor e sofrer. “De amadurecer, não tenho medo. Me sinto meio (como o filme) ‘O Curioso Caso de Benjamin Button). Fui melhorando. Não só esteticamente, mas internamente sinto mais jovem e leve”, garante.

Ela ainda participa dos quadros Perguntas Esdrúxulas, Caderno de Perguntas e Rapidinhas… Lembra do primeiro beijo, fala de sua paixão pela Barbra Streisand e uma “gíria”que não consegue parar de falar: “vai tomar na peida”. Mas é de um jeito muito peculiar e próprio. Claro que a gente não poderia de falar da Bozena, seu personagem mais marcante. Play!

AGENDA
Essa semana, Alessandra apresenta o “Drama’n Jazz” no Teatro Municipal de Niterói. Quinta, dia 27 de abril, às 19h. E em 5 de maio (uma sexta-feira) tem apresentação do “Drama ‘n Jazz”, no Teatro Oi Casa Grande, no Rio. Ai no mesmo fim de semana tem “Yentl em Concerto”. Baseado no conto “Yentl – The Yeshiva Boy”, de Isaac Bashevis Singer (1902-1991) e no filme “Yentl”, estrelado por Barbra Streisand.
[hr]

TOP OU FLOP
Neste quadro a gente apresenta alguns temas e vamos abordar rapidamente nossa opinião sobre isso.

https://goo.gl/qp7smh – Letícia Spiller girando como o peão da casa própria no programa da Ana Maria Braga.
https://goo.gl/gfcs9o – 10 anos da separação da dupla sandy e jr. a sandy ficou emocionada, postou textão…
https://goo.gl/ackvtz – 9 verdades e uma mentira
https://goo.gl/1inaca – Gabriela Pugliesi foi pra Trancoso casar, na Bahia. Mas ela esqueceu um pequeno detalhe: o vestido de casamento.
https://goo.gl/xccqkg – O fim do site Ego e do Paparazzo, da globo. O sensacionalista fez uma lista com as principais manchetes do site… Veja: https://goo.gl/ljkhy6
https://goo.gl/7Xj0c1 – Essa notícia é antiga, mas é muito boa: um francês criou uma pílula que promete pum cheiroso. Ele promete cheiros, como rosas e chocolate…

[hr]

AGRADECIMENTOS
Doritos de Sempre. Aos que mandaram perguntas: Raphael Prado, Marianna Aloi, Léo Fávaro, Felipe Bellaparte, Evano Aziz, Daniel Carvalho, Júlio César Ferreira De Almeida, Robson Pedroso, além dos fãs da artista que participaram pelo Instagram. E também à Casé Assessoria, em nome de Rafa Serato e da própria Patrícia Casé.


[hr]

Quer falar com a gente? Já sabe! Escreve para podcast@aoscubos.com
SIGA NAS REDES SOCIAIS: iTunes.RSSFacebook, Twitter e Instagram!

Talvez você também goste...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *